Desenvolvimento e Liderança

shutterstock_189871964v

AUTOESTIMA

A Autoestima é um processo que precisa começar de dentro para fora e ser acionado pela autoconfiança e pela autoaprovação.

A autoestima começa ao olharmo-nos no espelho e gostarmos do que vemos. Não  estou falando de beleza, aquela que a sociedade convencionou como sendo o padrão aceitável. Amar a si mesmo é ser bom e paciente consigo, é ser seu próprio sol, fonte intrínseca de luz e de calor – afinal, cada um de nós é uma obra em andamento; é cuidar de si e desenvolver-se de forma a ser a melhor pessoa possível; é viver o momento e gostar de ser quem se é e de fazer o que se está fazendo.

O fundamental é o amor por si mesmo, é o enamoramento pelo seu próprio eu, pois é a partir daí que tudo começa. É achar-se merecedor de “ter”, mas, principalmente, não se esquecer de “ser”. É se melhorar a cada dia, lembrando que seu Universo existe a partir de você e não ao contrário: se não há luz em você, seu mundo será escuridão. Amar-se é a única fonte de harmonia, de paz, de equilíbrio, de bem estar. Ser humano sem amor é planeta sem sol. Não há vida. Você é a pessoa mais importante do Universo!

Quais são as dificuldades para o amar-se? Examine sua mente, seu corpo, seu coração e sua vida.

Comece pela Mente, pois desamor é estado mental. É a crença que você não é digno de si, não tem qualidades atraentes, não tem corpo bonito, não consegue ter sucesso, não é inteligente ou que se sente inferior aos amigos e vizinhos. Faça um inventário de suas qualidades, de seus dons, de seus valores, das suas conquistas e verá que você não é menos que ninguém.

Quando não se tem autoestima é muito difícil receber amor.

DESPERTE A SUA PAIXÃO PELA VIDA

O maior desafio da vida é viver com autonomia, entusiasmo e sabedoria, vivendo e aprendendo, aproveitando as oportunidades e correndo os riscos das escolhas que fazemos ao longo de nossa jornada. A felicidade só vem quando você se permite viver plenamente, jogando-se na vida, quebrando convenções e ignorando aqueles que dizem que você não pode fazer algo. Não tenha medo de parecer ridículo, afinal todos nós, em algum momento, faremos algo que nos deixe nesta condição.

É preciso viver intensamente como se tivéssemos fervendo, não viva em estado “morno”, pois tudo que é  morno não é bom. A paixão faz a gente ferver, entrar em ebulição e querer viver de forma única como se o hoje fosse o último dia de nossas vidas. A maioria das pessoas deixa para ser feliz no futuro, quando alcançar um objetivo ou quando comprar sua casa tão sonhada  ou quando estiver com a conta recheada  de dinheiro.  Viver desta forma faz da vida um peso, um fardo a ser carregado até um dia qualquer no futuro. Viver desta forma faz sua alma não viver o presente, deixando de viver o que se quer e o que se gosta.  Quando condicionamos a felicidade à realização de um objetivo, destruímos a possibilidade de sermos felizes.

Sempre vamos  passar pelos desafios da vida, eles fazem parte da caminhada. Os momentos difíceis são importantes para podermos valorizar os bons momentos. Por isso, busque viver coisas que lhe dão prazer e se proponha a vivenciá-las. Desta forma, sua vida pode se tornar  mais interessante e cheia de alternativas, isto vai trazer muito mais energia para enfrentar os desafios e superar as angustias e frustrações.

               

Eu sou apaixonada por viver, não que eu não tenha desafios, problemas e dificuldades, mas, ao acordar pela manhã, faço uma opção... ser feliz, independente do que acontecer naquele dia. Ser  feliz ou infeliz é uma opção de cada um e requer  um dispêndio grande de energia, então opto em gastar energia para ser feliz. Perguntam-me se eu sou feliz, e eu digo: opto todos os dias por ser feliz, tento e não desisto, mesmo que algumas coisas aconteçam de  forma desagradável. Uma das coisas que faço é não reclamar, tento entender que tudo tem um porquê, analiso as circunstâncias e tento tirar o melhor para meu aprendizado e sigo em frente. Não costumo chorar o leite derramado, olho para frente e não fico parada no passado. Assim, não dou espaço para a infelicidade.

 A felicidade acontece quando harmonizamos o que pensamos e sentimos, com o que dizemos e fazemos. Assim a paz de espírito vai acontecendo e inundando nossa vida deste sentimento, proporcionando-nos, inclusive, a prosperidade em abundância que temos dentro de nós e essa sintoniza-se com a fonte de abundância do Universo.

               

Quando a pessoa se conecta consigo mesma, com seu íntimo, ela se coloca a disposição para alimentar sua alma de bons sentimentos, bons propósitos e incentiva a busca daquilo que realmente se quer da vida.

Imagine que a vida seja  um mar na sua imensidão e que para ser feliz você precisa aprender a surfar nas grandes ondas. Num primeiro momento, pode parecer difícil, mas com o tempo aprendemos que podemos  e devemos viver intensamente tudo que a vida nos proporciona. E por fim, o que eu quero dizer pra você é que viver a vida de forma plena e feliz pode ser a solução de todos os seus problemas!